Porto Seguro Encerra a Operação do Rastreador Mais Seguro. E agora?

Depois de quase 2 anos em atividade, a Porto Seguro anuncia oficialmente o fim da operação do seu Rastreador Mais Seguro a partir de junho de 2018. Depois de um início bastante confiante em 2016, com direito a um grande evento realizado na sua matriz, no centro de São Paulo, ela anuncia o encerramento do produto por não ter atingido os resultados planejados.

Como isso aconteceu?

Para entender melhor essa história, vamos começar lá em 2016, quando o produto foi criado. Não é novidade para ninguém o grande problema de roubos de veículos em nosso país, onde só na Grande São Paulo, de acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Estado, a cada 3 minutos um veículo é roubado ou furtado.

Infelizmente, com esses números sempre em constante evolução, não é de assustar que os seguros convencionais – aqueles cujas apólices possuem coberturas para todos os riscos – estão cada vez mais caros, o que muitas vezes inviabiliza a contratação para a grande maioria da população. Para você ter uma ideia hoje no Brasil, apenas 30% da frota de veículos está segurada.

Nesta época, a Ituran Com Seguro, vinha “surfando” praticamente sozinha no mercado, oferecendo um produto simplificado, sem análise de perfil que nada mais é que um serviço de monitoramento e rastreamento junto com a contratação de um seguro parcial com coberturas para roubo e furto e com a opção de incluir algumas coberturas como danos a terceiros e perda total por colisão.

De olho nesse mercado pouco explorado e no crescimento da Ituran, a Porto Seguro que já possuía sua própria central de monitoramento e sua tecnologia de rastreadores, decidiu então juntar seu know how em seus sistemas de rastreamento, mais sua liderança no seguro automotivo em um único produto. Foi aí que em julho de 2016, nasceu o Rastreador Mais Seguro.

Foi um verdadeiro alvoroço no mercado, alguns corretores bastante animados, confiantes que o produto ia arrebentar e já outros torcendo o nariz, acreditando que o produto, por possuir coberturas parciais, iria atrapalhar nas vendas do seguro convencional.  Enfim, foi um grande lançamento e realmente o produto tinha ótimas intenções.

No meu ponto de vista, que fui um daqueles que acreditou que o produto tinha grande potencial, vi uma grande oportunidade de ajudar a proteger o patrimônio de muitas pessoas que não tinham acesso ao seguro compreensivo e ainda poderem contar com a qualidade e credibilidade de uma renomada seguradora como a Porto Seguro.

Com o produto lançado, e acreditando no grande potencial do mesmo, fizemos alguns investimentos, e logo começamos a comercializar o produto. Rapidamente nos tornamos líderes de vendas e o principal parceiro da Porto Seguro no Rastreador Mais Seguro.

Mas como nem tudo são flores, logo nos primeiros meses, a Porto Seguro viu que esse mercado não era tão bom assim. Altos índices de roubos começaram a ser registrados. O rastreador não estava tendo sucesso na localização dos veículos como foi planejado, e não podemos deixar de mencionar também a possibilidade, de como se tratava de um seguro sem análise de perfil, das famosas fraudes que infelizmente ainda são bem frequentes neste ramo de seguros.

Com os resultados negativos crescendo, medidas sérias começaram a ser tomadas. Dentre algumas medidas, a primeira foi aumentar o rigor das análises internas e logo na sequência, tiveram 2 reajustes de preços. Também foram realizadas a retirada de alguns modelos de carros que estavam comprometendo os resultados, foi o caso da VW Spacefox, do Ford Focus e do Fiat Doblo, entre outros.

Em outubro de 2017, sem ainda obter os resultados planejados, foi implantado um crivo de CEP, onde a comercialização do produto foi bloqueada para algumas regiões onde os índices de roubos estavam maiores.

Infelizmente, mesmo com todas essas medidas, o produto não se sustentou. Os índices de sinistros estavam nas alturas, a recuperação de veículos pelo rastreador não estavam nada satisfatórias e a conta claro, não estava fechando. Então, por esses e outros motivos, a diretoria da Porto Seguro resolveu a partir de junho de 2018, encerrar a operação do Rastreador Porto Seguro.

Confesso que fiquei chateado com a notícia, pois ainda acreditava no potencial do produto e na intenção de poder dar acesso à um bom seguro, mesmo que parcial, para uma parcela da população que até então, não tinham acesso à um produto com preço acessível e de qualidade.

Nesse período em que o Rastreador Porto Seguro esteve em operação, ajudamos milhares de clientes a proteger seu patrimônio, com um produto de qualidade e com preço acessível. Ajudamos também motoristas de transporte de passageiros por aplicativos como Uber, 99, etc, que possuem grande dificuldade de aceitação para seus carros e que hoje, rodam e trabalham mais tranquilos com seus bens segurados.

Com esse grande número de clientes que ainda possuem esse produto, é comum que surjam dúvidas com o encerramento da operação do produto. Então, além de informar a vocês as razões pelas quais o produto foi encerrado, nesse artigo, também explicaremos como ficam os clientes que já possuem o produto e também quais as alternativas confiáveis para você, que está em busca de uma proteção para seu veículo, que seja de boa qualidade e com um preço justo.

Neste caso, se você tem dúvidas, sugiro que leia o artigo até o final.

Tenho o Rastreador Porto Seguro, e agora?

Para quem ainda possui o Rastreador Com Seguro da Porto Seguro vigente, pode ficar tranquilo que o seu contrato não vai sofrer nenhum tipo de alteração até o fim da sua vigência. Todas as condições e coberturas vão permanecer inalteradas até o fim do seu contrato, que são de 12 meses.

O grande inconveniente é que ao fim da vigência, sua apólice não poderá ser renovada pela Porto Seguro. Com isso, será preciso buscar uma alternativa para proteger seu veículo, assim que a mesma se encerrar.

Para isso, você poderá entrar em contato com a gente para te ajudar nessa transição. Temos várias alternativas confiáveis para que você não fique sem cobertura.

Uma dica para você que contratou a pouco tempo o Rastreador Porto Seguro, é não se precipitar e pedir o cancelamento da sua apólice, pois esse seguro possui uma fidelidade de 12 meses e o cancelamento antes do fim da vigência, gera uma multa no valor de R$ 240,00. Todas estas informações estão bem claras no seu contrato.

Outro detalhe importante é que a Porto Seguro decidiu que não será mais necessária a retirada do equipamento, sendo que após o encerramento da vigência, o mesmo será desligado automaticamente.

Em caso de dúvidas, leia o contrato e as condições gerais do seguro que foram enviadas para você no momento em que fez a contratação do seu rastreador com seguro.

Meu Rastreador Mais Seguro Porto Seguro venceu, o que fazer?

Mesmo com o fim da operação do Rastreador Com Seguro da Porto Seguro, eu ainda acredito que o uso de rastreador com seguro é uma boa alternativa, pois a procura por esse tipo de seguro vem crescendo bastante.

As seguradoras que considero confiáveis e surgem como ótimas alternativas para esse segmento de seguro são a Suhai, a Ituran, a Tokio Marine Auto Roubo e a própria Itaú Auto Roubo, sendo essa última, parte do Grupo Porto Seguro.

Todas elas oferecem uma série de vantagens para quem busca investir na proteção do seu carro gastando pouco.

Escrevi um artigo comparando todos eles, onde explico as características de cada um, para te ajudar a tomar a melhor decisão para proteger seu carro. Leia aqui.

Aqui na Valente Seguros, trabalhamos com todos eles. E com certeza, em breve, devemos ter mais alternativas para oferecer.

Quer saber mais ou fazer uma cotação?

Entre em contato com a gente: Central de Atendimento: (11) 4992-2632, WhatsApp: (11) 9.7153-5664, faça uma cotação online AQUI ou através da nossa página no facebook. Com certeza, nós poderemos te ajudar.

Se este post foi útil para você, compartilhe nas redes sociais! Assim como ajudou você, ele poderá ajudar outras pessoas.

 

 

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

2 Comentários

  1. Amigo, você fala que a Porto Seguro criou esse produto a apenas 2 anos… mas já operávamos com o Rastreador da Porto Seguro a quase 10 anos…

    1. Olá Miro, o artigo está falando do Rastreador COM Seguro que iniciou suas vendas em julho de 2016. O Rastreador Sem Seguro, já existia e continuará existindo. Abraços.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Share This