Carros

Coronavírus: como os motoristas de aplicativo podem se proteger?

Escrito por Fabricio Valente

O coronavírus é responsável pela doença chamada de COVID-19, que surgiu na China em 2019 e causa infecções respiratórias. Os sintomas variam e vão desde sinais comuns de uma simples gripe (como tosse e febre) até complicações mais graves (incluindo pneumonia e insuficiência respiratória).

Com o avanço da pandemia, o temor do vírus se espalhou pelo mundo e é motivo de preocupação para diversos profissionais — incluindo taxistas e motoristas de aplicativo. Como esses profissionais estão constantemente em contato com outras pessoas, levando passageiros até mesmo para hospitais, adotar medidas de prevenção é muito importante.

A orientação é que as pessoas se mantenham em casa para evitar a transmissão do vírus — o chamado isolamento domiciliar. No entanto, muitos ainda precisam trabalhar para viver e necessitam do serviço de transporte.

Confira o nosso post e saiba como se proteger contra o coronavírus ao trabalhar como motorista de aplicativo nesse momento difícil!

Evite ter contato físico com passageiros

Ser simpático e cordial com os passageiros é imprescindível para quem trabalhar como motorista de aplicativo, mas durante a pandemia de coronavírus, nada de ter contato físico — o que inclui apertar a mão do passageiro ou conversar muito perto. Não precisa ser antissocial, apenas fique distante e evite o contato para não pegar o vírus.

Faça uma higienização frequente do veículo

Se um passageiro com COVID-19 tossir ou espirrar no interior do carro, o vírus ficará ali por algum tempo, podendo infectar você ou outros passageiros. Por isso, higienizar o automóvel frequentemente é fundamental.

O recomendado é limpar equipamentos e acessórios a cada quatro horas ou após um passageiro apresentar algum sintoma. Aí vão algumas dicas:

  • passe álcool em gel 70% com um pano macio em todas as áreas de contato do interior do carro, como volante, puxadores de porta, manopla do câmbio, botões da central multimídia, entre outros;
  • no caso dos bancos, nada de álcool: o recomendado é aspirar o estofamento e, em seguida, borrifar uma solução de água e sabão neutro — sem borrifar demais e nem encharcar o estofamento, é claro; depois, passe uma escova macia;
  • para bancos de couro, utilize um sabão neutro e uma escova macia; ao fim da limpeza, basta secar com uma flanela.

Deixe avisos no carro para que os passageiros se higienizem corretamente

Para que os passageiros higienizem as mãos, não se esqueça de disponibilizar álcool em gel no interior do veículo. Se você não quer cansar de repetir a mesma orientação centenas de vezes ao dia, uma dica é colocar plaquinhas alertando as pessoas para fazerem a higienização corretamente.

Evite tossir ou espirrar diretamente no carro

Sentiu aquela vontade de tossir ou espirrar enquanto dirige? Se você não quer que o passageiro pule para fora do carro, nada de fazer isso diretamente no veículo. Nesse caso, cubra a boca e o nariz com um lenço descartável ou com o braço, evitando usar as mãos.

Desligue o ar-condicionado

Mesmo que o dia esteja quente, esqueça o ar-condicionado e deixe o ar circulando, mantendo a janela aberta. Isso pode ser um pouco desconfortável no calor, mas não será tão incômodo quanto ser infectado pelo coronavírus.

Além de garantir a sua saúde e bem-estar, as dicas que você conferiu neste post são essenciais para evitar ficar doente, passar o vírus para outras pessoas e ser impedido de trabalhar. Não se esqueça de que, caso apresente algum sintoma da COVID-19, procure atendimento médico imediatamente e fique em casa.

Gostou de nosso post? Tem adotado outras medidas para ficar livre do coronavírus enquanto trabalha no trânsito? Deixe um comentário e conta pra gente!

Sobre o autor

Fabricio Valente

Publicitário, Empreendedor, Corretor de Seguros e Sócio Proprietário da Valente Seguros. Atua no mercado de seguros há mais de 20 anos prestando consultoria em seguros para pessoas físicas e jurídicas.

Deixar comentário.

Share This