Carros

Motor Turbo x Motor Aspirado: Quais são as diferenças?

Escrito por Fabricio Valente

A engenharia automotiva sempre foi um ambiente criativo, oferecendo ao público uma série de avanços tecnológicos. Pensando nisso, elaboramos este texto para comparar duas soluções coexistentes no mercado, explicando todas as particularidades desses conjuntos mecânicos — tanto do motor aspirado quanto do turbo. Então, aproveite para descobrir sobre o tema e acompanhe esta leitura!

O conceito do motor aspirado

Um motor aspirado recebe esse nome por conta de seu funcionamento primário na queima do combustível. Para estimular a combustão, essa tecnologia aspira ar durante a queima, provocando uma depressão no interior da câmara.

Essencialmente, o funcionamento da tecnologia pode ser resumido da seguinte forma:

  1. conforme a aceleração é dosada pelo motorista, os pistões são estimulados ao movimento, subindo e descendo continuamente;
  2. então, o motor aspira o ar no exato momento em que os pistões estão em posição baixa;
  3. a sincronia desses eventos, junto da queima do combustível, resulta na energia mecânica, que é então transferida para as rodas, gerando o deslocamento.

O conceito do motor turbo

Já os turbinados surgem com duas propostas básicas: eficiência energética e desempenho. Isso é possível porque a tecnologia de turbo alimentação consiste em suplementar o conjunto mecânico com um sistema de turbina, que aproveita os gases expelidos na combustão para alavancar a performance do motor.

Basicamente, tudo acontece da seguinte maneira:

  1. a aceleração é dosada pelo motorista, estimulando o movimento dos pistões;
  2. com isso, ocorre a queima de combustível, produzindo gases quentes que precisam ser expelidos;
  3. no motor turboalimentado, esses gases são canalizados para a turbina de compressão;
  4. já pressurizados, esses gases são direcionados para a câmara de admissão do motor, realimentando o conjunto mecânico com mais fôlego;
  5. como resultado, o veículo alcança um desempenho mais elástico, com arrancadas e retomadas mais vigorosas.

A comparação direta entre as tecnologias

Então, chega o momento de comparar essas soluções ponto a ponto. Dê uma olhada!

Os prós e contras dos motores turbinados

A primeira vantagem dessa tecnologia é equipar veículos com motores de menor cilindrada, já que eles conseguem um desempenho igual ou melhor que os modelos aspirados, com conjuntos maiores. Esse é um conceito conhecido como downsizing — que explica a tendência com que as montadoras substituem os modelos 1.6 convencionais por soluções 1.0 turbo.

A segunda vantagem é sua economia, pois, geralmente, quanto menor o motor, menor seu consumo. Mas para além disso, o turbo garante uma combustão controlada, justamente por oferecer mais torque nas menores rotações — o que significa que o condutor atinge velocidades maiores sem tanto esforço mecânico.

Nas desvantagens, é importante considerar tanto a menor vida útil quanto o despejo irregular de potência. No primeiro caso, isso acontece pelo fato de o turbo ser uma tecnologia mais complexa, exigindo mais componentes e procedimentos — o que tende a encarecer os planos de manutenção.

Já a questão da potência está relacionada ao fenômeno do turbo lag. Para o motorista, isso é percebido como um atraso na aceleração, já que a turbina precisa dos gases de uma combustão inicial para se encher e despejar a potência total. Quando isso acontece, o motorista nota um arranque vigoroso, como um empurrão.

Os prós e contras dos motores aspirados

Primeiro, as vantagens: linearidade e robustez. Motores aspirados não contam com suplementação de potência, e por esse motivo, tudo o que o motorista recebe na aceleração já é o torque total disponível, sem surpresas, arranques ou situações relacionadas.

Já a robustez se dá por conta da durabilidade, em que esses conjuntos têm menos riscos de quebra, já que não modificam a quantidade e o fluxo de ar no interior das câmaras — além de ser uma tecnologia mais simples.

Entretanto, as desvantagens falam mais alto. Afinal, potência e economia não são pontos fortes nos aspirados. Comparando com a tecnologia turbo, a solução aspirada entrega pouco torque nas baixas rotações, exigindo que o condutor acelere mais para ter um desempenho similar. No longo prazo, isso se converte em um maior consumo de combustível.

Pois bem, gostou deste tema detalhando tanto o motor turbo quanto o motor aspirado? Então, não perca a oportunidade de enriquecer a discussão no tema, comentando a sua opinião sobre essas tecnologias na seção abaixo!

motor aspirado; motor turbo

Sobre o autor

Fabricio Valente

Publicitário, Empreendedor, Corretor de Seguros e Sócio Proprietário da Valente Seguros. Atua no mercado de seguros há mais de 20 anos prestando consultoria em seguros para pessoas físicas e jurídicas.

Deixar comentário.

Share This